Os elfos sombrios ou Mori’Quessir são um reflexo corrompido do seu povo, forjados na escuridão e temidos por todos que caminham a luz do dia. A sua ligação com o ciclo natural foi quebrada no momento em que eles abandonaram Falena em favor de Lantaris, mas resquícios deste elo podem ser vislumbrados em suas tradições. 

O conflito com os Cala’Quessir ainda permanece, pois os elfos sombrios não se esqueceram dos milênios de sofrimento em Tenebrian, e eles mostram desdém pelos Lai’Quessir, elfos impuros que se misturaram às raças inferiores. Os Mori’Quessir são os senhores das profundezas, assassinos habilidosos e inimigos declarados de seus irmãos.

Habitam um reino secreto localizado nas cavernas profundas do Bosque Verde, onde tramam reconquistar seu direito ao domínio de todo o povo élfico. Graças às bênçãos de Lantaris, podem ver na mais completa escuridão, podendo mesclar-se as sombras ou valer-se delas para surpreender seus inimigos. O custo para tal poder entretanto foi alto. Os Mori’Quessir sofrem quando caminham sob a luz do dia.

Mori’Quessir — Os Elfos Sombrios (3 pontos)

  • Habilidade +1. Mori’Quessir são ágeis e inteligentes.
  • Adaptados as sombras. Criaturas noturnas, os Mori enxergam perfeitamente na escuridão plena e recebem Radar (de Sentidos Especiais). Eles também podem comprar Invisibilidade por apenas 1 ponto.
  • Resistência a Magia. Os mori’quessir são resistentes contra efeitos mágicos variados.
  • Magia Negra. Estes elfos recebem a escola de Magia Negra sem pagar pontos.
  • Ponto Fraco. A luz do dia, elfos sombrios sofrem penalidade temporária de -1 em todas as características e precisam gastar duas vezes mais PMs para lançar magias.